Leiria

12:45’. Fonte Luminosa. Leiria.
Ela senta-se com o miúdo ao colo ao pé das letras que dizem Leiria. Ele, com o cão pela trela e a empurrar o carrinho de bebé, de calças de fato de treino vestidas, empunha o telemóvel para tirar uma fotografia. E ela diz:
– Não, pá! Chega-te para lá, tens de apanhar Leiria. Tens de apanhar as letras. As letras todas. Sim… Não porra, mais ainda para apanhares também o castelo. Oh, pá! Mas não tão longe que não vejas o miúdo. Oh, Santo Deus, caralho!
E ele lá andava, para trás e para a frente, às ordens dela. Gosto tanto dos Domingos.

[escrito directamente no facebook em 2017/11/12]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s