Até a Mão Dela Perder a Força e Tombar

Era Inverno e estava frio. Mas o ar não estava gélido. O mar estava um pouco agitado, mas não estava bravo. No céu, uma colecção de nuvens brancas, parecidas com as do genérico dos Simpsons, dava um ar irreal à praia do Pedrogão.
Ele ia pelo areal fora, carregando às costas uma cadeira, daquelas de madeira e lona a imitar uma chaise-longue, uma mantinha e um tripé, ou algo assim parecido, até à borda d’água. Abriu a cadeira, instalou o tripé e largou a mantinha sobre a cadeira. Colocou as mãos nas ancas enquanto olhava a distância do mar à cadeira para se certificar que era seguro. Depois voltou para trás.
Voltou a entrar no areal com uma mulher ao colo. Ela trazia os seus braços pendurados no pescoço dele. Olhavam-se. E sorriam. Dir-se-ia que estavam apaixonados. Ela, pelo menos, estava embevecida. Ele parecia um pouco mais sério.
Chegados à beira do mar, ele colocou-a suavemente na cadeira. Certificou-se que estava confortável. Depois colocou-lhe a mantinha sobre os joelhos, para proteger as pernas do frio que vinha das ondas do mar a rebentar ali mesmo, à sua frente. Em seguida instalou um saco de soro no tripé e espetou-lhe uma agulha na mão. Sentou-se na areia fria ao lado dela. Conversaram. Conversaram muito. Durante muito tempo. De vez em quando ela tocava-lhe. Na cabeça, especialmente. Tentava enfiar os dedos sob o cabelo dele. Mas era uma operação difícil.
A dada altura, um vento mais forte levou o lenço que ela tinha a cobrir a cabeça careca. Ele levantou-se para correr atrás do lenço. Mas ela sossegou-o. Não valia a pena. Tinha chegado a hora.
Pesado, como se segurasse todo o peso do mundo, ele retirou uma seringa do bolso do casaco e espetou-a no tubo que levava o soro para dentro dela. Baixou-se e deu-lhe um beijo na face. Ela sorriu. Ele sentou-se de novo ao pé dela e ali ficou.
As ondas do mar aproximaram-se, mas nunca chegaram ao pé deles. Eles continuaram de mãos dadas. Durante algum tempo. Até a mão dela perder a força e tombar.

[escrito directamente no facebook em 2017/08/24]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s