O Dia do Meu Aniversário

Dia de aniversário.
Estou na fila do supermercado à espera para pagar uma embalagem de lasanha congelada e um pacote de manteiga. E depois lembro-me que a podia comprar já pronta-a-comer e escapar ao micro-ondas. Largo as embalagens num linear e saio dali.
É o dia do meu aniversário.
Compro um bocado de lasanha pronta-a-comer. É a embalagem grande, média ou pequena?, pergunta a rapariga, e respondo A média, porque não quero dizer que vou comer sozinho e assim, também, já fica para amanhã.
É o meu aniversário.
Passo pela pastelaria e compro uma fatia de bolo. Um fatia de um bolo qualquer, mas daquelas que parecem cortadas de um bolo grande e fica a ilusão de que somos parte de um todo, que somos mais que um sozinho. Levo também uma gasosa.
É o meu dia de anos. E gostaria que ele passasse o mais rápido possível para poder retomar a fluidez do dia-a-dia. Mas enquanto não passa, repito como num mantra É o dia do meu aniversário, É o dia do meu aniversário, enquanto as lágrimas caem pela cara abaixo. Mas não faço tenção de as secar.

[escrito directamente no facebook em 2017/08/11]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s